O Preço do Amanhã - Filme com Justin Timberlake

Olá Galera, tudo bem?

Em um futuro próximo, o envelhecimento passou a ser controlado para evitar a superpopulação, tornando o tempo a principal moeda de troca para sobreviver e também obter luxos. Assim, os ricos vivem mais que os pobres, que precisam negociar sua existência, normalmente limitada aos 25 anos de vida. Quando Will Salas (Justin Timberlake) recebe uma misteriosa doação, passa a ser perseguido pelos guardiões do tempo por um crime que não cometeu, mas ele sequestra Sylvia (Amanda Seyfried), filha de um magnata, e do novo relacionamento entre vítima e algoz surge uma poderosa arma com o sistema e organização que comanda o futuro das pessoas.

O QUE TEMOS DE MAIS VALIOSO, É O TEMPO.

Não existe dinheiro tudo o que as pessoas tem é tempo, é assim que são pagas todas as coisas.
O tempo começa a contar a partir dos 25 anos de vida, elas não envelhecem mais e podem ser imortais, como podem morrer a qualquer momento, ou melhor assim que o relógio para.
Como ter o controle da vida em suas mãos literalmente.
Qualquer um pode roubar o que você tem de mais valioso o tempo.
Will Salas (Justin Timberlake) é um morador da periferia, como todos os outro moradores vive um dia de cada vez, esperando ter ainda o amanhã.
Durante uma festa em uma boate, se depara com um ricaço que torrava todo o tempo em bebidas, um 1 século de tempo.
Em seguida alguns ladrões invadem o lugar para rouba-lo, como um bom herói pobre, ele ajuda o cara a fugir.

Fazia 2 anos que Will tinha 25, já o homem 105 anos. Nesta fuga o homem decide que não precisa e não quer viver mais, e entrega tudo o que tem para o jovem.
Sua mãe estava com pouco tempo sobrando e não consegue chegar a tempo de encontrar Will e morre em seus braços.
Como Will estava rico, saiu da cidade e começou a gastar muito, mas aquele tempo, não pertencia a ele, e os vigilantes do tempo estavam atrás dele (Os policiais).
Em meio a diversas apostas em uma mesa de jogos, ele conhece um ricaço mas não qualquer um, era o cara mais rico de todos com mais de 1 milhão de anos, joga com ele e consegue 2 séculos.
Como um bom filme, tem uma mocinha esse não ficou de fora.
A filha do magnata, Sylvia (Amanda Seyfried), se encanta com o cara e acaba se metendo na maior roubada estando junto a ele.

Com os guardiões do tempo na sua cola, Will foge do cassino levando Sylvia como refém, porem seu tempo havia sido confiscado anteriormente pelos guardas, restava alguns minutos para ele.
Mas em meio a essa fuga o carro deles bate causando um acidente e enquanto estavam desacordados, ladrões roubaram quase todo tempo de Sylvia deixando apenas 30 minutos.
Assim eles são obrigados a arrumar diversas maneiras para conseguir tempo, e uma delas foi pedir um valor de resgate ao pai da moça.

Para que os ricos sejam imortais, algum precisa morrer,
para que haja tempo para todos.

Mas essa quantia que representava 1 ano, seria distribuída por toda periferia, dando acesso a todos que precisassem.
Mas como o ricaço era um cara mesquinho não efetuou o deposito e as coisas começam a complicar.
Eles se tornam então ladrões,um dupla perfeita, roubando tempo de quem tinha um pouco mais, inclusive dos bancos que pertenciam ao pai de Sylvia.
Muito bom, o contexto é interessante, e o tempo que ao mesmo momento representa dinheiro, representa vida.

Eles se apaixonam um pelo outro, agora são procurados pelas autoridades, precisavam se esconder de todos e durante a fuga sempre arrumavam um jeitinho para ajudar mais alguém.

Podemos ter todos tempo do mundo, mas jamais podemos controla-lo.








Compartilhar:

ParticipeComentando

3 comentários:

  1. Já vi esse filme é adorei!
    Brenda vc arraza!

    ResponderExcluir
  2. caracaaa!!! amo esse filme, e amei sua "resenha" haha, bjss <3

    ResponderExcluir
  3. Eu assisti esse filme a uns dois anos eu acho.
    O filme é realmente top. e eu amo a Amanda hehehehe
    Amei sua resenha

    ResponderExcluir

Não esqueça de comentar